O único “defeito” que realmente existe: acreditar que não temos “defeitos”!

IMG-20151009-WA0051

O único defeito – que é realmente um defeito – que um ser humano pode ter é: acreditar que não tem defeitos e que não precisa de mudanças e aprendizado!

Numa relação, não importa quantos “defeitos” cada um tenha. Nossas falhas são partes de nós, partes que gritam por crescimento, por aprendizado e por evolução. E as relações são grandes oportunidades para que estas partes se mostrem e tenham a possibilidade de encontrarem aquilo que buscam: TRANSFORMAÇÃO, crescimento, aprendizado.

Sendo assim, mudando o termo “defeitos”, que não concordo, para “pontos de melhoria”, não há mal algum em termos inúmeros pontos de melhoria.

O problema acontece quando uma das partes se recusa a assumir esses pontos e fica fixada e fechada somente em suas verdades. Uma pessoa assim, dificulta imensuravelmente a possibilidade de desenvolvimento de um relacionamento feliz.casal-brigado

Quando não se propõe a olhar para si e avaliar quais são seus pontos de melhoria, é como se a pessoa se fechasse dentro de uma “arredoma impenetrável” e torna-se impossível para o outro da relação conseguir ter acesso a ele.

Li uma vez, não me lembro mais onde, algo que me chamou muita atenção. Dizia que nossas convicções são mais perigosas, até mesmo, que as nossas mentiras. O que acontece é que quando temos certeza de alguma coisa, nós nos fechamos totalmente para outras possibilidades e verdades, passamos a não enxergar mais nada, somente aquilo que acreditamos.

E deixa eu te alertar: não existem verdades absolutas e únicas, toda moeda tem dois lados – ou mais lados – não se feche em suas convicções, pois você estará deixando de conhecer um mundo maravilhoso aqui fora!

Não estou dizendo que não devemos ter então nossas verdades, nossos valores, nossas crenças, de forma alguma! Tudo isso nos constitui enquanto pessoas, define nossa personalidade! O que estou dizendo é, parafraseando um grande autor que admiro, Augusto Cury, conceda-se o beneficio da dúvida, duvide de suas convicções, não se feche, você pode não estar com a razão.

Ouça as outras verdades e reflita, pondere e decida se existe alguma mudança necessária em suas crenças, talvez, acrescentar ou retirar algo… Não se feche ao conhecimento! Não se feche ao aprendizado!

E sempre que você se recusa a, no mínimo, ESCUTAR a verdade do outro, é isso que você está fazendo: se enfiando em sua “arredoma”, trancando a porta e impedindo seu próprio crescimento e, por consequência, sua própria felicidade e a de sua relação.

a-bela-e-a-fera1Resumindo: o problema não é ter incontáveis pontos de melhoria, todos nós os temos! O problema é não se dar a chance de percebê-los e corrigi-los.

Atente-se aos seus! Aos seus pontos de melhoria! E corra atrás de seu crescimento e aprendizado, pois ninguém poderá fazer isso por você.

Agora, se você é uma pessoa que acredita realmente que não tem defeitos, não erra e não tem nada a aprender ou melhorar em sua existência, então só tenho uma coisa a lhe dizer, e me desculpe, pois vou ser dura:

Você é realmente um ser humano defeituoso!

 

 

 

 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

:D :-) :( :o 8O :? 8) :lol: :x :P :oops: :cry: :evil: :twisted: :roll: :wink: :!: :?: :idea: :arrow: :| :mrgreen: